FOGOSO, SAFADO E GOSTOSO 

Carinha de bom moço, mas um safado com uma chupada sem igual. 

Este acredito ser o nosso 548415487... encontro, e confesso, só melhora a cada encontro. O safado chupa bem, e da muito gostoso. 

Ele chegou bem de manhãzinha, com aquele jeitinho faceiro, meigo de quem não quer nada. Se eu não o conhecesse diria que era a primeira vez dele. 

O recebi no portão e entramos, nos cumprimentamos, trocamos algumas palavras e claro, não resisto, precisava agarrar ele. Beijar, passar a mão por seu corpo, sentir o seu cheiro... aaaa ele me deixa louco. O abracei, beijei, acariciei... Arrancamos nossas roupas, bem aos poucos, peça por peça, curtindo bem gostoso nosso momento. 

Deitados na cama  e começamos um meia nove, a aquela boca, aquela lingua... só de lembrar meu pau esta latejando aqui. Como mama gostoso esse meu puto. Ficamos um bom tempo nos pegando, até que pedi pra ele virar aquele cuzinho gostoso, comecei a chupar aquele rabo, meter a linguá, chupar com vontade.  Se virando pra mim e batendo uma punheta gotosa, comecei a brincar com aquele cuzinho... aaaa estava como eu gosto, muito apertado, pra colocar 2 dedos deu trabalho. A cada dedada ele gemia, a cada gemido meu pau pulsava, estava louco pra meter naquele rabo. Eu pedia e o safado se fazia de difícil, estava me deixando louco.  Brinquei bastante com aquele cuzinho, até que ele pediu, o puto pediu meu pau no seu cu. Tudo o que eu estava esperando. Posicionei ele, dei uma cuspida no pau e outra no cuzinho, comecei a brincar com a cabecinha na portinha do seu rabo. Passei bastante gel, e comecei a meter meu pau naquele rabo gostoso. Ele gemia e pedia pra mim por devagar, e eu louco pra meter com vontade. Foi difícil, o puto estava apertado, cuzinho fechado. Mas fui com jeitinho e entrou, entrou a cabeça, e ele pediu pra tirar. Aaaa eu queria mais, fui novamente, colocava e tirava, ele gemia gostoso. Em certo momento ele disse a palavra mágica "Me arromba", nao precisou repetir, meti com vontade, forte, sem dó, gemia, rebolava, aaaa que rabo gotoso, já não tão apertado assim. Meti, meti e meti, e veio o primeiro gozo, o safado gozou com meu pau atolado no seu rabo. 

Me deitei ao seu lado, e voltamos as caricias, abraços, beijos... o puto pegava meu pau passava por seu rosto, chupava, mamava, batia com ele na sua cara, e tudo isso olhando pra mim com aquela cara de safado, louco por uma rola no rabo. Meu pau pulsava, queria fude mais aquele rabo gostoso, estava viciado nele. 

Pedi pra meter de novo, eu não queria deixar passar nem um momento, dava pra ver que o safado estava cansado, mas no fundo eu sabia o que ele queria.  Me preparei e fui ao encontro daquele rabo novamente, queria mais, queria arrombar aquele cuzinho, não estava do jeito que que queria, precisava meter mais nele. 

Cloquei o puto de quatro e meti, a meti sem dó, queria ver ele gemendo no meu pau. Que foda gostosa, metia e ele recebia meu caralho todinho no seu rabo. Acelerava e metia devagar, só pra sentir meu pau entrando naquela rabo. A e assim foi ate o puto gozar pela segunda vez. 

Agora sim, cu arrombado como eu gosto de deixar. 

Ele estava especialmente mais safado e mais gostoso hoje. Voltamos as caricias, mas eu ainda queria mais. Me levantei na cama sobre ele, comecei minha punheta e gozei, cobri ele de porra, o puto voltou a se masturbar. Me deitei ao seu lado comecei a chupar seus mamilos, a não demorou e ele gozou pela terceira vez. Meu puto insaciável.

E com certeza, esse relato não chega nem perto do que foi nosso encontro. 

Nesse vídeo da pra sentir um pouquinho de como foi. Cinco minutos não dão pra representar as horas que passamos juntos.   

VÍDEO 

  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

Todos os diretos reservados a ©JuanCalabares (19) 9 9627 7211

AGUARDE A PAGINA SER CARREGADA 

Registre-se no Site e receba as atualizações.