UM, DOIS ... TRÊS

O dia já estava no fim. Estava cansado, porem recebi uma mensagem e esse não tinha como recusar. Cliente fiel, sempre com um alto nível de fogo  e adorável. Me preparei para o receber e deixar o quarto como ele gosta. Meia luz, e muito "brinquedos" a sua disposição.  

No horário combinado ele chegou em minha casa, com um sorriso safado. Já sabia o que ele estava querendo. O recebi com um abraço gostoso bem apertado, ele só olhou pra mim e disse:

- Não vem com carinho hoje não, que eu quero sofrer. 

Dei risada, pois sabia o que ele estava em mente. Ele é fogoso, não se contenta com pouco. 

Fomos para o quarto ele olhou sobre a mesa e sorrindo me falou:

- A, por isso que eu gosto de você. Já deixou tudo no jeito né safado. Ta querendo judiar de mim? 

Adoro ele, muito sarcástico e terrivelmente safado. 

Fechei a porta do quarto e ele já estava sobre a cama, de 4 olhando pra mim, e pedindo meu pau. Abri a calça coloquei pra fora ele começou a chupar, bem gostoso. Começamos a tirar a roupa, e ele bem fogoso, de quatro sobre a cama veio encostando aquela bunda no meu pau, que ele tinha deixado no ponto de tanto chupar. Me afastei para pegar a camisinha, e quando fui pegar o lubrificante ele olhou para trás e disse:

- O que esta fazendo, quero a seco hoje. Não vim aqui para voltar sem dor pra casa. 

Coloquei apenas a camisinha, segurei ele pela cintura, encaixei meu pau bem na entrada e enfie com tudo. Ele gritou de dor, e caiu sobre a cama. Cai sobre ele e meti mais ainda com vontade. Não pedia pra parar, apenas pedia pra continuar. Gemia muito, dizia que estava doendo mas era assim que ele queria. A cada socada que eu dava ele empinava a bunda, mais e mais. 

Me afastei dele, peguei um consolo de 18 cm grosso que tenho aqui, fui até perto do seu rosto  e sussurrei bem baixinho nos seus ouvidos. 

 

- Vai a seco também? 

Sem me responder ele pegou no meu pau, chupou o deixou bem babado, pegou o consolo das minhas mãos e fez o mesmo. Me entregou e disse:

- Agora sim, pode por os dois desse jeito. E quero que entrem bem juntinhos. 

Ele continuava de quatro, empinou mais ainda a bunda. Parei atras dele segurei o consolo junto com meu pau e comecei a meter em seu rabo. Ele estava indo ao delírio, quando entrou a cabeça dos dois ele se virou olhou pra mim e pediu:

- Me da um maior, quero chupa. 

Peguei um maior de 22 cm, entreguei pra ele. Enquanto eu enfiava meu pau e o consolo em seu rabo, ele engolia o outro  e gemia com ele socado no fundo da boca. A que delicia. Como ele estava fogoso, e cheio de tesão. Continuei enfiado nele, agora mais rápido, ele gemia e mandava eu socar. Não pedia em momento algum pra parar, apenas me falava:

- Me arromba, me maltrata, é isso que eu mereço. Vai, me fode. 

Tirei os dois do rabo dele, o coloquei de "frango assado", queria ver sua cara enquanto eu metia os dois nele. Encaixei novamente na entrada daquele rabo gostoso, e enfiei. Ele com o outro consolo na boca gemia, e me olhava com uma cara de puto, safado, que quer mais e mais.  Aquilo estava me deixando louco, a e quando ele começou a rebolar nos dois paus no rabo? Nossa pirava. 

Com uma mão ele  segurava e chupava o consolo e com a outra se masturbava. Fiquei fazendo movimentos de vai e vem, alternando em rápido e lento. Não demorou, ele pediu pra mim parar com os dois enfiados em seu rabo. Assim que parei, ele gozou, gozou farto, tremia de prazer. 

Ficou jogado sobre a cama, olhava pra mim e ria. Nem quis me chupar pra gozar pra ele, estava acabado. Ele apenas me disse:

- Você leva muito a serio as coisas quando a gente pede. 

E gargalhava, o safado tinha encontrado o que procurava. 

Apos isso batemos um papo gostoso, demos boas risadas. Ele sempre esta aqui, e cada vez vem com um desejo diferente. Mal posso esperar pra ele voltar com novidades. 

  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

Todos os diretos reservados a ©JuanCalabares (19) 9 9627 7211

AGUARDE A PAGINA SER CARREGADA 

Registre-se no Site e receba as atualizações.