HETERO CURIOSO BEBEU TODAS E QUIS ME DAR O CU​

Sabadão pela manhã, quando digo manhã, digo manhã mesmo, 5:30hs. Recebi uma mensagem de um cara que queria um encontro para aquele momento, disse  a ele que não dava, se pudesse ser um pouco mais tarde não teria problema. Ele topou e quando foi 7:30hs ele chegou em casa. 

 

 Na mensagem não me disse muita coisa, apenas que queria  me encontrar e  que deu a desculpa em casa  que saiu para buscar pão. 

 

Abri o portão, o recebi. Ele todo com jeitão de macho,  parrudinho, com o braço cheio de tatuagem, falava grosso, machão mesmo, apertava forte a mão.

 

Batemos um papo na sala, rolou uma química boa, bom de papo, gente fina pra caramba.

 

Ele me disse que passou a noite com a mulher em uma festa,  tinha bebido e ficou com vontade de provar um pau, seria a primeira vez dele, e não sabia se realmente queria, mas estava ali nem que fosse só pra pegar. Falei pra ele relaxar, ficar a vontade que seria no tempo dele. Ofereci umas cervejas ele topou, e fomos para o quarto. Pedi pra ele ficar a vontade, tiramos a roupa, nos sentamos na cama somente de cuecas, e ficamos conversando. Perguntei se tinha alguma preferência por música, coloquei o estilo que ele curtia  (rock). Fui deixando ele bem a vontade, demos boas risadas e ele foi me confessando coisas de sua vida... que já tinha provado de tudo e que agora queria sentir como é dar o cu, ver se era bom mesmo, pra tirar da cabeça dele essa curiosidade. 

 

Mas ainda estava tenso, pedi pra ele relaxar baixei sua cueca e enquanto  ele tomava a cerveja comecei a chupar seu pau. Ai ele foi ficando mais a vontade e pediu pra mim dar uma chupada em seu cu pra ele sentir como era. Dei um boa linguada brinquei com o cu dele, ele pediu pra parar. Disse estava se sentido estranho. parei e voltamos a conversar batemos um longo papo até ele dizer pra mim: :

 

- Já que tô aqui, vamos lá. mete esse pau no meu cu. Quero ver se é bom essa porra.

 

Lubrifiquei bem o rabo dele, coloque a camisinha e lubrifiquei bem meu pau. 

 

Ele se posicionou, e pediu pra mim ir com calma. Encaixei na entrada do cuzinho dele, e fui colocando. Ele deu uma gemida e perguntou o tanto q tinha entrado, disse que só tinha ido a pontinha da cabeça. Ele falou, enfia vai, mete. Perguntei se ele tinha certeza disso, confirmou que sim, encaixei e empurrei, entrou a cabeça toda. Ele deu um grito:

 

- Puta que pariu, cara, tira isso daí, porra que dor. 

 

Saiu do meu pau e ficou de pé´com  mão na bunda reclamando e falando:

 

- Caralho, tem que ser muito macho pra dar o cu, como você aguenta? Porra que dor. É normal dar vontade de cagar? É só isso que eu to sentindo agora, posso ir no banheiro cara, Porra! vai cair meu cu da bunda. 

 

Dei muita risada dele. Ele foi ao banheiro e voltou falando:

 

- Cara, matei minha curiosidade e não é isso que eu quero pra mim não. Nunca mais. 

 

Continuamos nosso papo, até próximo a hora do almoço. Ele disse que chegou ali querendo dar o cu, e saiu com um amigo, que vai voltar para batermos mais papo e beber cerveja. Mas nunca mais vai deixar um pau chegar perto do rabo dele, talvez na próxima ele chupe só pra saber como é. 

 

Pagou o tempo do encontro (3 horas + as cervejas) e voltou para a casa, jurando que nunca mais ia comer um cu de uma mulher. (RISOS)

  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

Todos os diretos reservados a ©JuanCalabares (19) 9 9627 7211

AGUARDE A PAGINA SER CARREGADA 

Registre-se no Site e receba as atualizações.