SEPARADO E A SUA PRIMEIRA VEZ COM UM HOMEM - 4 GOZADAS

 

Após nosso primeiro encontro para nos conhecermos, e ele ter certeza de que realmente queria ter uma experiência com outro homem, marcamos  este reencontro para finalmente ele ter sua primeira vez.  

Após chegar em sua casa  me convidou para se sentar na sala e começarmos a um bater papo. Ele nitidamente ainda estava nervoso. Me levantei, fui até próximo a ele me sentei ao seu lado e disse: 

- Fique tranquilo, vamos conversar, bater um papo, deixe tudo ir correndo naturalmente. Me conte, como você imaginou nosso encontro? 

Instiguei ele a ir falando, comentando suas fantasias, seus desejos... ele foi se abrindo e ficando um pouco mais a vontade. Me disse que havia se separado a pouco tempo de sua mulher, e queria provar algo novo, colocar essa vontade para fora. 

 

Enquanto ele falava, eu coloquei minhas mãos sobre sua perna, fixei  meus olhos no seus enquanto falava acariciava sua virilha. Ele começou a gaguejar e tremer.  Seu pau começava a subir dentro da calça, estava engolindo seco. 

Disse para continuar a me contar seus desejos, de como chegou a conclusão que queria um encontro com outro homem... nisso fui subindo minhas mãos, passando por seu peitoral, acariciando seus cabelos, enquanto ele tentava falar.  

Estava suando, comecei a desabotoar sua camisa, ele ficou roxo de vergonha, se segurou no sofá e parou de falar. Terminei de abrir sua camisa, me ajoelhei em sua frente, colocando a  mão sobre seu pau, olhei para ele e disse: 

 

- Posso continuar?  

 Ele apenas balançou a cabeça sinalizando que sim. Abri o ziper da calça, brinquei com minha boca sobre sua cueca, coloquei seu pau pra fora... começando a chupar lentamente a cabecinha e  lambendo cada centímetro daquele pau gostoso.

Ele estava com a cabeça encostada para trás,  segurava firme no sofá e transpirava. Estava ofegante e muito nervoso. Aumentei um pouco mais a frequência da mamada e ele não resistiu gozou. Se afundando mais ainda no sofá, tremia muito, e pingava suor. Ele virou para mim e disse: 

- Cara, nunca gozei tão rápido, é muito tesão! Podemos continuar? Ou é só uma gozada?  

Disse pra ele ficar tranquilo, que estaria ali a sua disposição, pra quantas gozadas ele quisesse dar.  

Depois dessa primeira gozada, ele ficou um pouco mais relaxado, já estava mais a vontade, Continuamos nosso papo e desta vez ele que veio passando a mão sobre meu pau.  Logo se ajoelhou  em minha frente, começou a me chupar.  Muito sem jeito, não sabia direto como segurar o pau e por a boca. Mas se saiu bem pela primeira vez.  

Se levantando da mamada foi tirando a roupa e ficando sem nada, virou a bunda pra mim e disse que tinha muita vontade de que chupassem seu rabo. O posicionei no sofá  deixando de quatro pra mim e cai de boca naquele rabo, seladinho, apertadinho.  

Encostei a língua nele e o safado gemeu forte, senti seu corpo  arrepiar. Fui brincando com aquele rabo gostoso até ele gozar pela segunda vez. E agora  com minha língua lá dentro do cu, gozou no sofá e se jogou sobre ele,  dando risada me disse: 

 

- Cara, assim não vou aguentar, cada vez que você encosta em mim eu gozo.  

Dei risada e disse pra ele ficar tranquilo, que tínhamos o dia todo pra ele gozar e aproveitar cada momento.

Se vestiu novamente, e foi me mostrar o restante da casa, fomos para a cozinha batemos um papo, tomamos um café e me convidou para ir até seu quarto. Entrando lá tirou minha roupa, me deitou sobre a cama e veio novamente chupar meu pau, e desta vez estava melhor ainda, fui dando algumas dicas a ele.  Subindo do meu pau até próximo a minha boca me deu um beijo, colocou seu caralho duro dentro dela, socando bem gostoso. Pediu para me levantar e ficar de pé sobre a cama. Se deitou e pediu para sentar com meu rabo em sua boca. Quando fiz isso vi seu pau inchar. O macho  sabia bem como chupar um rabo, que linguada gostosa. Abria e chupava com vontade. Pediu para mim pegar o preservativo, colocar em seu pau e sentar sobre ele. Fui fazendo exatamente da forma que ele me disse. Com a boca coloquei a camisinha, me posicionei sobre ele, e fui sentando lentamente em seu pau enquanto olhava para seu rosto. A cada centímetro  que entrava ele se contorcia. Entrou tudo, parei e fui em sua direção dando-lhe um beijo e começando o movimento de vai e vem sobre ele. O cara ficou todo arrepiado, estava cheio de tesão e sedento pra fazer isso. Enquanto sentava em seu pau ele segurava no meu, olhando com uma cara de puto realizado pra mim.  Comecei a acelerar o movimento... ele pediu para parar e ficar de quatro, que sempre quis foder um cu assim.  Quando empinei meu rabo pra ele o puto enfiou com tudo.  Já estava ficando bom nisso. Aaaa e como meteu, caramba que gostoso, estava ansioso dava pra perceber. Ele metia com desejo e vontade. Não demorou gozou novamente.  

 

Desta vez eu olhei pra ele e disse: 

- Cara de onde sai tanta porra?  E dei risada.  

Ele já estava bem mais a vontade, tranquilo se deitou do meu lado rindo e disse: 

- Sabe Juan, faz anos que eu tenho esse desejo, estava acumulado. E você vai me fazer secar a fonte assim.  

Ele ligou a tv colocou um filme, e passamos algumas horas ali deitados juntos, nos curtindo. , Não demorou muito, lá estava ele preparado novamente, pau duro e louco pra mais mamadas e me foder. 

 

Lógico que não neguei isso a ele, me deitei de lado e ele foi só encaixando seu pau dentro de mim. Fodendo com calma desta vez. Metia e me beijava, muito carinhoso . Dava pra perceber que estava se realizando ali.  

Me virei indo até seu pau e colocando o meu em sua boca. Começamos uma mamada bem gostosa, desta vez ele demorou bem mais pra gozar, e quando gozou não tinha muita porra. Também, iria estranhar se tivesse.  

Pra finalizar o safado queria um bela gozada em sua cara, fomos para o banheiro, ele se ajoelhou em meus pés mamou bem gostoso meu pau até esporrar muito leite naquela carinha de macho safado.  

 

Tomamos um banho bem gostoso juntos e saímos para jantar. Após o jantar nos despedimos e retornei para casa.  

Tenho apenas que agradecer a companhia que tive, uma pessoa incrível, nos encontramos apenas para um realização de fetiche e acabamos saindo dalí como bons amigos.  

  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

Todos os diretos reservados a ©JuanCalabares (19) 9 9627 7211

AGUARDE A PAGINA SER CARREGADA 

Registre-se no Site e receba as atualizações.